11 de novembro de 2013

Caril de Tempeh



 Olá Mary & Mom,

como sabem, cá em casa, o caril é um pouco como o bacalhau: permite mil e uma combinações. Já vos apresentei caril de tofu, caril de atum, caril de galinha, caril de grão.

 Hoje decidi fazer-vos caril utilizando um ingrediente novo neste blogue: o tempeh.
 O tempeh é originário da Indonésia e sobejamente conhecido na cozinha asiática, embora ainda pouco utilizado na cozinha ocidental. Por cá é sobretudo consumido por vegetarianos e vegans como um bom substituto da carne. Para isso contribuem a sua riqueza em proteínas, em cálcio, magnésio, fósforo e ferro sendo ainda uma fonte potencial de vitamina B12.

 O tempeh é produzido a partir da fermentação do feijão de soja cozido, adquirindo uma textura sólida e compacta mas macia. O seu sabor é suave, mas mais forte que o do tofu, não carecendo obrigatoriamente de ser marinado antes de ser cozinhado.

 Ainda não é um ingrediente fácil de encontrar, mas podem procurá-lo em supermercados orientais, em boas lojas de produtos naturais, especializadas em dietética e nalguns supermercados que tenham um bom sortido de alimentação vegetariana e/ou dietética.


Ingredientes:

  • 150g de Tempeh
  • 1 cebola pequena
  • 3 dentes de alho
  • 200 mL de polpa de tomate
  • 3 colheres de chá de pasta de caril ou 3 colheres de sopa de caril em pó
  • cerca de 60 mL de azeite 
  • 3 colheres de sopa de molho de soja
  • 1 malagueta (facultativo)
  • 1 mão cheia de miolo de amêndoa, sem pele (facultativo)
  • 1 mão cheia de passas de uva 
  • 3 colheres de sopa de côco ralado + cerca de 150 mL de leite meio gordo ou 150 mL de leite de côco
  • sal q.b.


Modo de Fazer: 

1) De véspera corta-se o tempeh em cubinhos e tempera-se com molho de soja e colher de chá de pasta de caril ou uma colher de sopa de pó de caril e deixa-se a tomar gosto no frigorífico durante a noite.

2) Prepara-se um refogado com o azeite, a cebola picada, o alho picado e uma malagueta. Deixa-se aquecer.

3) Quando o azeite fervilha acrescenta-se o tempeh, as amêndoas e as passas e deixa-se fritar ligeiramente tendo o cuidado de não deixar queimar.


4) Quando o tempeh está dourado acrescenta-se a polpa de tomate e deixa-se a cozinhar em lume brando, com o tacho tapado durante 3 a 5 minutos.


5) Entretanto prepara-se um creme mais ou menos espesso com o leite de côco (ou com o côco ralado e o leite) e a pasta de caril (ou o pó de caril).


6) Adiciona-se então este creme ao tacho, rectifica-se o sal e deixa-se cozinhar cerca de 10 minutos, após os quais se pode apagar o lume.



Serve-se com arroz branco solto.


Bom apetite,
Sophia.


Bibliografia:

1) PICKERING, Maggie, et al, O livro essencial da cozinha vegetariana, Murdoch Books, 1ªed, 2009, págs. 27, 219.


Webgrafia:

1) http://en.wikipedia.org/wiki/Tempeh
2) http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1365-2621.1987.tb06650.x/abstract

1 comentário:

  1. Que boa sugestão!
    Bjs, Susana
    Nota: Ver o passatempo a decorrer no meu blog:
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2013/11/crumble-de-marmelo-com-aveia-e-nozes.html

    ResponderEliminar