16 de junho de 2013

Açorda de Tomate à moda da Vidigueira



Olá Mary & Mom,

as sopas de tomate e de peixe fazem-se por esse Alentejo fora de muitas formas e feitios.

 Já vos mostrámos algumas receitas de sopas de peixe da ribeira, outras de sopas de tomate e bacalhau.
 As sopas de peixe podem ser feitas sem tomate e as sopas de tomate podem podem ser feitas sem peixe.
 Há quem faça as sopas de tomate só com enchidos e toucinho.

 Para estas sopas de tomate ou açorda de tomate, como se chama na Vidigueira, usei as dicas que as pessoas me foram dando. As favoritas das gentes da Vidigueira têm como característica o facto de serem feitas com toucinho e enchidos mas também o facto de a cavala ser muito apreciada como o peixe principal destas sopas.

 As ervas para aromatizar podem ser a hortelã-da-ribeira ou os poejos.

 Por esta altura celebrou-se também o Festival do Peixe do Rio na freguesia de Pedrógão do Alentejo. É uma boa oportunidade para provarem algumas versões destas sopas, desta feita com peixes de rio.

Ingredientes:
  • 1 cebola grande ou 1 cebola e meia
  • 3 dentes de alho
  • 4 a 6 tomates maduros
  • 4 a 6 batatas pequenas ou médias
  • 1 cavala grande cortada em três partes ( usei mais uma posta de garoupa para quem não gosta de cavala)
  • um pouco menos que meia linguiça de porco preto e 4 ou 5 fatias de toucinho (do branco, bem gordo), embora eu tenha usado só linguiça desta vez
  • 1 molho de hortelã-da-ribeira
  • azeite q.b. (60 a 100 mL)
  • sal q.b. (entre 2 colheres de chá a 1 colher de sopa)
  • água q.b. (cerca de 1,5 L)
  • 1 ovo por pessoa

Modo de Fazer:

1) Descasquem as batatas e cortem-nas às rodelas. Reservem.

2) Lavem os tomates e cortem-nos em cubinhos mais ou menos pequenos. Reservem.

3) Pelem a cebola e os alhos, piquem-nos bem miudinhos. Reservem.

4) Coloquem o azeite numa panela em quantidade suficiente para cobrir o fundo e fritem nele primeiro o toucinho, retirando-o depois do azeite e fritem então a linguiça. A linguiça deve fritar só ligeiramente para não ficar dura. Retira-se do azeite e reserva-se.

5) À gordura quente adiciona-se a cebola e os alho picados. Tapa-se a panela e deixa-se alourar.

6) Estando a cebola loura adiciona-se-lhe o tomate picado. Tapa-se o tacho e deixa-se a estufar em lume médio, mexendo de vez em quando.


7) Quando o tomate se apresenta cozinhado acrescenta-se a água, de preferência morna ou quente. Quando a água começa a ferver adicionam-se as batatas, o sal e a hortelã-da-ribeira.


8) Quando as batatas estão quase cozidas acrescenta-se o peixe.

9) Quando o peixe está cozido coloca-se a restante hortelã-da-ribeira e os ovos, um a um.

10) Quando os ovos estão escalfados apaga-se o lume.

Serve-se com sopas de pão alentejano e a linguiça e os toucinho fritos vão à mesa para quem quiser ir picando.
Bom apetite,
Sophia.


Webgrafia:

1) http://www.youtube.com/watch?v=dvqixLtqYQE&feature=youtu.be
2) http://pt.wikipedia.org/wiki/Hortel%C3%A3-da-ribeira
3) http://pt.wikipedia.org/wiki/Poejo
4) http://www.cm-vidigueira.pt/cultura/agenda/c/48CE288AF3CF5

2 comentários:

  1. Mas que rica sopinha alentejana.
    Gostei da sugestão,
    Kiss, Susana
    Nota: Ver o passatempo a decorrer no meu blog:
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2013/06/3-edicao-do-projeto-escolha-do.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida Susana,
      obrigada pela simpatia e faz favor de experimentar. Saborosa e económica.
      Bjinhos,
      Sophia.

      Eliminar